este teu post deixou-me as lagrimas nos olhos...è muito doloroso ver-mos os nossos filhos sofrer...e nao podermos fazer nada para o mudar...alem de saber que è isso que os torna pessoas mais solidas, e resistentes, custa, doi...e muito...
Sei o que a tua filha sente...assim tao bem...viviamos em abrantes e o meu pai trabalhava em lisboa, so vinha a casa aos fins de semana...a semana para mim era um martirio...o meu aproveitamente escolar tinha um ligeiro reflexo da situaçao...(primeira e segunda classe), a segunda feira era um martirio...a sexta era uma aluna exemplar...tinha-mos um cafe na altura, eu saia das aulas, e ficava á porta a ver se via o bolinhas (nosso carro, um mini amarelo) ao fundo da rua...
Quando o meu pai xegava...xegava a chorar de felicidade!!!

espero do fundo do coraçao que ela se habitue rapidinho á situaçao...pois assim sofrem os 3!!!
Kristianna a 7 de Outubro de 2010 às 10:12

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres